4 mudanças tributárias que vão impactar o seu negócio

As mudanças tributárias estão acontecendo em peso nesse ano e novas obrigações foram destinadas às empresas. Para os administradores, conhecer essas alterações é fundamental, a fim de se adaptar e manter os negócios operando dentro da legalidade. Afinal, um processo fiscal pontual é um dos grandes pilares de uma instituição em ordem.

Pensando nisso, preparamos um texto para ajudar adquirir essas informações e ter ciência do que vai ser alterado. Continue conosco para se manter atualizado e preparar sua organização!

e-book métodos para uma gestão financeira eficiente

Quais mudanças tributárias vão impactar o seu negócio?

Entre todas as medidas que vão ser alteradas, existem algumas que causarão grande impacto para os negócios, seja financeiramente ou com a criação de novas obrigações. Separamos as mais relevantes para que você se estruture. Veja a lista a seguir!

1. ISS

Uma das mudanças tributárias mais importantes foi a alteração do local de cobrança do ISS (Imposto Sobre Serviços). Essa decisão vai impactar os planos de seguro, as operadoras de cartão e os planos de saúde.

Agora, a cobrança vai ser realizada na cidade onde habitam os clientes do serviço. Anteriormente, ela era realizada no município onde se localiza a sede da empresa prestadora.

2. eSocial

A obrigatoriedade da adequação à plataforma eSocial é uma das mudanças que mais afeta o dia a dia da organização. Todas as informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas agora são trabalhadas de modo sincronizado.

A fiscalização se torna mais acirrada e a empresa precisa de muita organização para enviar os dados pontualmente e sem nenhuma divergência entre eles. Manter um processo tributário pontual e correto é crucial.

3. Simples Nacional

Uma lei complementar permitiu que empresas com faturamento até R$ 4,8 milhões adotem o sistema de tributação Simples Nacional. Anteriormente, apenas as organizações de faturamento anual de R$ 3,6 milhões podiam fazer parte do regime.

Outra modificação no sistema é que as alíquotas se tornaram progressivas, acompanhando o valor da receita bruta. Assim, empresas menores conseguem exercer maior competitividade.

4. EFD-Reinf

Em conjunto com cronograma do eSocial se dará a aplicação da Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf). São obrigadas a realizar a entrega do documento as instituições que retiveram contribuições sociais e Imposto de Renda, além das que fazem o recolhimento de obrigações previdenciárias sobre receita bruta.

O princípio por trás dessa alteração é substituir as obrigações acessórias, como Declaração de Imposto Retido na fonte (DIRF) e Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP).

As mudanças tributárias são muitas e estão acontecendo a todo momento. Conhecê-las a fundo e preparar a gestão da sua loja para a inserção das novas exigências é preciso para se manter no cumprimento de suas obrigações fiscais. Com organização, readequação de processos e automação do controle, é possível se preparar com facilidade.

O que você pensa sobre essas mudanças tributárias? Já sabe como elas vão impactar seus negócios e como você vai fazer para se adequar? Comente conosco, queremos saber como as alterações vão interferir em sua rotina!

 

Diretor Comercial da Hiper