6 dicas para criar uma boa fachada de loja

dica fachada de loja

De um lado, aqueles que afirmam que a primeira impressão é a que fica. De outro, os que defendem que não se pode julgar um livro pela capa. Qual destes dois grupos de pessoas está certo quando se trata da fachada de uma loja? Não é nem preciso pensar muito para responder: o cliente que está passando pela loja pela primeira vez tem sim, mesmo que de forma inconsciente, o visual como fator decisivo em sua simpatia (ou antipatia) inicial pela marca.

É por isso que o trabalho de criar uma fachada não pode se resumir a escolher a cor e erguer uma placa. A fachada é a capa do livro e é por ela que o público-alvo imagina qual será sua “leitura” ao entrar na loja.

A seguir, veja dicas para criar uma boa fachada de loja:

1 – Busque ajuda de um profissional especializado

Se sua loja é nova, solicite ajuda do arquiteto que a projetou para indicar um bom designer especializado em layout de lojas. Estes profissionais irão estudar vários elementos e, de acordo com seus conhecimentos em identidade visual, ajudar a compor uma fachada incrível para o seu estabelecimento.

2 – Respeite a legislação

Procure saber o que é permitido e o que não é em termos de regras de paisagem urbana na sua cidade. Muitas cidades brasileiras estão normatizando a inserção de placas e letreiros luminosos para evitar poluição visual.

Não tem coisa mais incômoda do que investir tempo e dinheiro em uma fachada e depois ter que modificá-la para evitar multas. Pense na reputação da loja perante os consumidores e no prejuízo financeiro.

 

3 – Entenda o comportamento das pessoas e a movimentação no entorno

Faça o exercício de observação da movimentação do bairro ou do shopping onde sua loja será montada. Pare para observar como as pessoas olham para o comércio da região e, se possível, converse com alguns transeuntes. Pergunte a eles com que frequência costumam observar as fachadas das lojas da vizinhança e quais delas acham mais bonitas.

Pense em como sua loja pode se destacar da vizinhança. As pessoas que estão de carro irão observá-la? Os pedestres terão facilidade para notá-la? E à noite, como ela pode se destacar?

4 – Aproveite as características do imóvel

Nem sempre é preciso fazer uma reforma profunda na fachada do imóvel alugado ou comprado de segunda mão. Conheça a história do prédio e aproveite as características arquitetônicas e históricas como insumos para a criatividade na hora de pensar a fachada.

Por exemplo, se sua loja se encontra em um edifício histórico, certamente há elementos arquitetônicos que remetam ao período de construção. Que tal apenas restaurar esta fachada e inserir elementos modernos, que dêem equilíbrio entre o novo e o antigo?

Cada caso é um caso, mas antes de jogar anos de história abaixo, pergunte a profissionais especializados o que é possível aproveitar para valorizar o visual da loja.

5 – Não exagere

Fique atento à poluição visual. Lembre-se: menos é mais. É preciso investir em elegância, não em cores gritantes ou placas com excesso de informação.

A fachada deve ser criativa e ter destaque, mas sem perder a identidade visual da marca e sem ser gritante.

6 – Seja criativo; faça da sua loja uma obra de arte

Mais uma vez: a ajuda de um profissional especializado é muito importante. Juntos, vocês podem pensar em como sua loja pode ser criativa considerando o posicionamento e a identidade visual da marca. A ideia é fazer com que as pessoas parem e digam “uau! que loja linda”.

Você gostou das nossas dicas? Tem alguma dúvida ou gostaria de sugerir algo a mais? Deixe o seu comentário!

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Gestão de Lojas

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para gestão de lojas