4 dicas para não errar na fachada da sua loja

dicas para não errar na fachada

A primeira impressão é a que fica! Quantas vezes você já ouviu esta afirmação? Pois bem, no varejo ela tem sim um fundo de verdade: a fachada é o primeiro impacto visual que os potenciais clientes sofrem e, por isso, precisa ser bem planejada para que se destaque da concorrência, chame a atenção dos consumidores e eleve a reputação da loja. E mais: existem normas e regras que precisam ser cumpridas na hora de montar a fachada da loja.

A seguir, confira algumas dicas para não errar na fachada da sua loja:

1 – Conheça a lei da sua cidade

Um movimento iniciado em São Paulo há alguns anos vem ganhando força no Brasil. Trata-se de leis que normatizam a aplicação de fachadas nas lojas de rua. Denominada Cidade Limpa, na capital paulista a legislação prevê multas aos lojistas que não cumprirem as regras de paisagem urbana.

Por isso, é muito importante verificar junto ao poder público municipal quais são as diretrizes normativas para placas e fachadas de estabelecimentos comerciais antes mesmo de abrir a loja.

O mesmo vale para lojas em shoppings e galerias: há regras que precisam ser cumpridas.

Modelo de Política de Troca

 

2 – Valorize seu espaço compondo com o visual do entorno

Um dos grandes erros dos lojistas é montar a fachada da loja como se ela fosse um organismo isolado da vizinhança. Lembre-se: a ideia é se destacar, mas sem parecer desesperado para chamar atenção.

O ideal é buscar auxílio de um profissional especializado, um designer ou uma agência publicitária, por exemplo. Com isso, é possível fazer algo criativo, que valorize a marca e aproveite as características dos elementos visuais no entorno.

Por mais que a sua loja faça parte de uma rede ou uma franquia, sempre é possível adaptar a fachada para a realidade do imóvel, da rua, do shopping ou da galeria em que ela está localizada.

3 – Capriche na cor e nos elementos gráficos

O que é possível fazer para que a fachada da sua loja seja bonita, moderna e ao mesmo tempo esteja dentro das regras da lei municipal ou do condomínio? É possível – e necessário – ser criativo na hora de escolher as cores e os elementos gráficos.

Busque valorizar a arquitetura do imóvel: não a esconda atrás de placas muito grandes e com muitas informações escritas. E mais: saia do convencional e, se possível, utilize letreiros luminosos, que possam ser utilizados à noite.

Outra dica é utilizar estruturas e lâminas metálicas em alto relevo com aplicação do logotipo e do slogan da loja. Além de dar um verniz de modernidade, diminui os riscos de oxidação ou desgaste das placas por conta de chuvas ou muita exposição ao sol.

4 – Ofereça conforto aos seus clientes já na fachada

Quando possível, é sempre interessante inserir elementos que deem comodidade aos clientes. Por exemplo, se a entrada da loja fica há alguns metros da calçada, que tal colocar um toldo? Logicamente, quando isso é permitido pela legislação local. Há muitas opções no mercado, como os de policarbonato, que protegem da chuva e dão transparência para a passagem do sol.

 

Solicite uma demonstração

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite uma demonstração grátis.

Sistema para gestão de lojas