Como fazer a loja crescer com pouco dinheiro?

Fazer a loja crescer com pouco dinheiro

Em um mercado altamente competitivo, crescer e se destacar é essencial. E para os empreendedores que têm vontade de escalar, inúmeros desafios aguardam, como os entraves burocráticos e a resistência dos consumidores. Mas a recompensa é bastante satisfatória e vai além do que eles esperam. Quando nos deparamos com o termo “crescimento”, logo imaginamos a ideia de “gastar muito dinheiro”. Contudo, seja para aumentar o faturamento ou abrir uma nova filial, o crescimento de uma empresa não precisa estar diretamente ligado à quantidade de recursos financeiros que você está disposto a investir.

Existem inúmeras estratégias para aumentar a qualidade e eficiência dos processos e melhorar o fluxo de caixa, que podem ser utilizadas até mesmo por negócios que encontram-se endividados ou com orçamentos bastante restritos. Ao adota-las, os lojistas conseguirão identificar as ações a serem tomadas, de modo a atingir seus objetivos e, consequentemente, fazer com que a empresa mude de nível.

Confira a seguir algumas dicas que preparamos sobre planejamento estratégico desde os seus primeiros passos, que certamente ajudarão a sua loja a crescer mesmo com pouco dinheiro:

 

Faça uma análise dos custos empresariais

Inicialmente, é necessário elaborar um planejamento financeiro adequado à realidade da loja. Nele, devem ser definidos os objetivos estratégicos do negócio e as metas de custos e eficiência, visando elevar o rendimento e cortar os custos desnecessários. Em seguida, com base nas prioridades financeiras e nos custos fixos do negócios, um fluxo de caixa deve ser elaborado. Com ele, será possível visualizar as receitas e destina-las ao pagamento de despesas, realização de investimentos ou compra de produtos. Por último, providencie o controle do capital de giro, que ajudará o negócio a manter o equilíbrio entre os prazos de pagamento e recebimento e o giro de estoques, evitando a inadimplência. Com isso, o lojista conseguirá identificar as melhores oportunidades de gestão de custos em curto prazo e projetar o fluxo de caixa necessário para garantir o crescimento da loja.

 

Modelo de Política de Troca

 

Identifique oportunidades de corte de gastos

Para cortar gastos supérfluos, os gestores devem analisar as despesas relacionadas ao estabelecimento, tais como aluguel, materiais de limpeza, funcionários, insumos e energia elétrica. Assim, a causa raiz dos problemas de custos acima da média poderá ser identificada e sanada. Outras ações importantes, como incentivar os colaboradores a não consumirem materiais além de suas necessidades, cobrar clientes inadimplentes e contatar fornecedores para adquirir a mercadoria a um custo mais baixo, também são fundamentais para garantir a saúde financeira da loja.

 

Reduza custos com colaboradores

Ao focar no corte de gastos, muitas empresas resolvem terceirizar algumas de suas atividades, como aquelas ligadas a administração, e manter apenas os funcionários experientes. Essa medida é viável principalmente em épocas de crise, já que reduz os custos com contratação e contribui para o aumento da eficiência geral da empresa.

 

Faça parcerias com outras empresas

Nos dias de hoje, estabelecer uma parceria não é uma tarefa muito simples, pois envolve inúmeras técnicas de negociação, conhecimento da área e, principalmente, confiança. Contudo, uma parceria de sucesso é uma ótima maneira de fazer sua loja crescer, já que normalmente não requer o investimento de recursos financeiros. Você pode criar uma parceria, por exemplo, com um fornecedor, investidor ou representante. Nela, sempre há uma maneira de explorar benefícios mútuos e, assim, aumentar suas vendas e seu negócio.

 

Pesquise propostas de empréstimos e financiamentos

Seja qual for o seu orçamento, sempre há uma forma de empréstimo e financiamento que se adeque a ele. Contudo, os gestores devem observar que todas as propostas requerem o pagamento de uma taxa adicional de juros, que deve entrar no planejamento orçamentário da loja. Caso contrário, em vez de crescer, ela sofrerá com um impacto negativo em seu fluxo de caixa por um longo período, podendo até mesmo ir à falência.

Entendeu como posicionar um negócio para que ele cresça e ganhe novas fatias do mercado? Caso ainda tenha alguma dúvida ou queira compartilhar outra dica sobre crescimento conosco, basta deixar um comentário!

 

Quer saber mais sobre gestão financeira?

Preencha seu e-mail e receba conteúdos exclusivos para fazer a gestão financeira da sua loja: