Organização do fluxo de caixa durante a crise

Entenda como organizar o fluxo de caixa na crise e aprenda como estar pronto para situações imprevisíveis com as dicas que a Consultora do SEBRAE Mara Kich transmitiu durante a live do Movimento #Joguenoataque.

Fluxo de caixa

Sabemos que 2020 prometia ser um ano de virada, repleto de positividade, porém com a pandemia global esse cenário acabou mudando por completo. É nesse momento que você deve perguntar, minha empresa possui um fluxo de caixa organizado e esta preparada para poder lidar com imprevistos?

Como Mara Kich, consultora do SEBRAE explica “O empresário normalmente não está preparado para imprevistos, a maioria congelou, eles estavam numa sintonia e focados na virada de 2020. De uma hora pra outra veio esse imprevisto e eles congelaram.” Porém conforme ela explica, vivemos em um cenário e em um país onde acontecem muitas indas e vindas, com histórico de inflação e revés econômico. 

Para não deixar o choque e os imprevistos tomarem conta devemos montar um plano de ação, olhar todos os detalhes de empresa, como estão as despesas, as receitas, sempre de olho na reação do mercado. Os imprevistos, e as medidas implementadas de controle de estoque, despesas e gastos tem como finalidade montar um fundo de caixa para a reação.

Antecipe os problemas com planejamento

O empresário que não tinha uma reserva financeira, não conseguiu enxergar alternativas. Por isso ter um plano de ação ajuda muito a ter um controle total da empresa. Estar preparado para imprevistos é ter a empresa na sua mão, é conhecer o seus números e as informações para aí sim tomar decisões. Já tendo as informações decisivas da empresa na mão, quando acontece algo que desestabiliza a empresa, não é necessário correr para buscá-las em cima da hora.

Para conseguir trabalhar com imprevistos é necessário conhecer a empresa, ter um fundo de caixa e uma reserva para que os próximos passos sejam planejados. Se você não sabe para onde sua empresa vai, qualquer caminho serve.

Saiba que a situação mudou não só para você mas também para o seus clientes. Entenda o mercado e acompanhe suas mudanças, através de informações oficiais. Saber o que está acontecendo qual o nível de impacto que esses problemas podem trazer para o seu nicho de mercado e a saúde da sua empresa.

 

 

Não tomar ações desesperadas

Não congelar e fazer um plano de ação, não significa fazer qualquer coisa no desespero. Estruture sua operação para ter um fundo de caixa, nesse momento é onde o empreendedor acaba recorrendo para honrar com seus compromissos e seus pagamentos. Mas como o fazer para se preparar?

  • Pegar todos os custos fixos e variáveis e começar a olhar conta por conta, no detalhe, valide tudo o que pode ser otimizado e cortado. Por exemplo: Aquela operadora de telefonia, está entregando o que realmente foi contratado? Pode ser adequado ou renegociado?
  • Calcule se você está precificando da maneira correta o seu produto ou serviço, muitas vezes pode ser mais eficiente cortar algumas etapas ou intermediários para buscar uma redução nos custos.

Olhe a empresa como uma estrutura viva, não como uma instituição imutável. Fique atento a cada tópico para que possa crescer e se manter saudável em meio a problemas. Cortando aquilo que não é necessário, mas principalmente tenha consciência dos números da sua empresa.

Não tenha medo de entender o cenário real

Muitos empresários têm medo de olhar os números da empresa. Sendo extremamente necessário para entender onde estão os problemas e qual a melhor maneira de solucioná-los. Se você tem clareza sobre os números da sua empresa, encontrará mais rapidamente a saída e caminhará ao crescimento.

O conjunto de todas as informações gerenciais faz toda a diferença. É nesses momentos que as empresas que pararam, devem se recompor e olhar todos os pontos gerenciais, questionando-se o que pode ser melhorado.

Porém esteja atento para não cortar fatores que impactem na qualidade final do seu serviço/produto. Saiba quais são seus diferenciais e invista neles. Qualidade não se questiona. Não mude seu valor agregado mesmo em momento de crises, pois caso faça isso, seu negócio vai perder a identidade e também poderá perder os clientes que já conheciam sua marca.

Em momentos de crise é importante reinventar-se, se adaptar e criar novas estratégias que gerem faturamento não apenas durante o período de crise, mas sim que possam ser incorporadas depois que tudo se estabilizar.

Faça projeções

Projeções de Caixa

 

Depois de analisado minuciosamente todos os pontos que podem ser otimizados de imediato, se prepare para analisar os próximos meses. Simule todos os cenários possíveis para o futuro da sua empresa. O cenário pessimista, realista e otimista, com os 3 cenários em mãos será possível tomar decisões estratégicas mais assertivas.

Faça uma simulação de situações de emergência e cenários pessimistas, onde sua empresa não estaria faturando. Pergunte-se quais seriam as ações necessárias para manter a operação. Se seria consumir a reserva ou fazer cortes, dominar os números faz a diferença para entender a necessidade financeira que a empresa possuirá para seguir ativa.

Nesse momento é muito importante estar presente na mente do seu público, dessa forma, não inclua em seus cortes o marketing. Pois sua marca precisa continuar na mídia se provando relevante e necessária, principalmente em momentos de crise.

Em muitos casos vale focar os investimentos e acelerar frentes que apoiem o crescimento, traga novidades que facilitem a vida do cliente. Busque novas formas de vender, seja através de ferramentas online ou implementando uma loja virtual. As mudanças que estão acontecendo hoje, devem ser efetivas e continuarão depois da crise.

Realize uma contagem do estoque

Fazer um levantamento de todo seu estoque pode te ajudar a criar alternativas para seguir crescendo. Classifique o que é fácil de ser vendido a curto prazo, o que precisará de alguma ação promocional específica para que seja vendido e o estoque que provavelmente não será vendido.

Foque em não deixar estoque parado, é importante que tenha dinheiro circulando para que seja feito caixa. Compare o perfil do seu cliente e entenda o seu ciclo de vendas. Pegue histórico de desempenho dos produtos, saiba quais são os seus produtos mais buscados e venda aquilo que os seu público mais procura. 

Abuse de estratégias agressivas para ativar e fazer com que ele seja vendido o mais rapidamente possível. Mantenha o estoque limpo, para que você possa ter caixa para renovar o estoque com os produtos que realmente gira.

Tenha um controle efetivo, utilize um bom sistema para te ajudar a mapear com mais facilidade. Ter um bom controle e relatórios gerenciais poderão te ajudar a tomar as melhores decisões, entendendo o estoque que realmente vale a pena manter. 

Fique atento aos pagamentos futuros

Faça um planejamento das compras futuras. Ao entrar em um momento de crise, é importante entender que além de se reajustar para manter a operação saudável, você precisará olhar além da crise, mire na retomada e entenda como é possível fazer a virada de crescimento da melhor maneira possível.

Estabeleça uma meta de quanto de caixa você precisa reservar para honrar com os compromissos e pagamentos do momento atual. Use todas as ferramentas que você tem para se manter ativo. A partir do momento que o plano de negócio está montado, devem ser listadas ações para que cada ponto do plano avance de maneira correta. Dessa forma é importante entender e mapear as ações:

  • Validar qual objetivo é esperado com cada ação
  • O que é necessário para botar essa ação em prática
  • Quem será o responsável na execução
  • Qual será o prazo de resolução

Não prorrogue ações que devem ser tomadas de maneira imediata, utilize o tempo a seu favor, faça o que é necessário para que seu negócio mantenha-se ativo no agora. Para que o plano de ação corra com mais eficiência delegue funções, não assuma toda a responsabilidade para você. Divida com outras pessoas cada ponto em busca de otimizar a realização das ações. 

Esteja próximo de sua contabilidade

A contabilidade vai além de fazer as guias de lançamento, em momentos de crise, ela acaba assumindo um papel importante de assessoria, principalmente em assuntos relacionamentos a mudanças de legislação tributária que podem impactar o negócio. 

Tenha a contabilidade próxima da sua empresa. O seu contador deve te dar subsídio para tomar as decisões e vai poder te passar informações corretas sobre todo o cenário. Busque pelo suporte e parceria com contador, ele que está a par de todas as mudanças e que tenha agilidade e qualidade na informação. 

Sair uma empresa melhor, mais sólida, com uma empresa na sua mão. Tenha domínio do seu negócio, entenda os números. Consolide o sucesso da sua empresa passando pela crise.

Gostou das dicas sobre organização de fluxo de caixa na crise? Você pode conferir a live completa acessando o Movimento #Joguenoataque. Montamos também uma planilha especial para ajudar você a organizar o fluxo de caixa da sua loja!

 

Solicite uma demonstração

Com o Hiper você cadastra produtos, realiza vendas e emite notas fiscais de produto e serviço. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite uma demonstração grátis.

Sistema para documentos fiscais