Frente de caixa – 4 cuidados ao escolher um sistema para a sua loja

Frente de caixa como escolher

Ao escolher um sistema de frente de caixa para seu estabelecimento, muitos administradores se preocupam primeiramente com a funcionalidade do sistema. Quais recursos ele oferece, a usabilidade (se o sistema é de fácil manuseio), entre outros, são alguns dos questionamentos.

A preocupação com o que o sistema oferece, em termos de recursos, é valida. Mas o empresário deve se atentar também para outros cuidados ao escolher um sistema para atender a frente de caixa. Hoje nosso post vai falar sobre questões como legislação e segurança.

 

Quer saber mais? Então confira agora mesmo algumas dicas importantes:

 

Homologação de software

Por definição, pode-se dizer que homologação é uma confirmação ou aprovação de uma sentença que é dada por uma autoridade. Um ato administrativo onde um determinado órgão, que tem poder de decisão, aprova um pedido feito por uma determinada entidade.

A homologação de software no Brasil é um processo pelo qual os softwares para venda no varejo devem passar. Nesse caso, as Secretarias da Fazenda tomam todas as precauções necessárias para garantir que o software não irá burlar a impressora de cupom fiscal.

Portanto, é importante escolher um sistema de frente de caixa que seja homologado, pois elas certificam que o sistema é reconhecido pelos órgãos competentes.

 

10 motivos para usar o Hiper na sua empresa

 

Atualizações periódicas

As atualizações, além de melhorar a funcionalidade do software, oferecendo melhorias como maior interatividade e maior quantidade de funções, disponibilizam um sistema de segurança mais rigoroso com relação a falhas do próprio programa quanto a riscos de invasão. As atualizações também corrigem os problemas das versões anteriores.

Ao escolher um sistema de frente de caixa, é importante saber se o desenvolvedor disponibiliza atualizações periodicamente. Pois, as atualizações, além de corrigir falhas e melhorar a funcionalidade do sistema, aumentam a segurança do software.

 

Legislação vigente

Ao escolher o seu sistema de frente de caixa, procure saber se o software atende a legislação de acordo com o que o seu estado determina. O ideal é que o sistema esteja de acordo com as leis do PAF-ECF (aplicativo desenvolvido para viabilizar o envio de comandos ao software de emissor de cupom fiscal), NFC-e (arquivo de computador) e NF-e. É importante também que o sistema esteja de acordo com a legislação do Sistema Público de Escrituração Digital (SPED – que unifica as atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de documentos que integram a escrituração fiscal).

Esse cuidado é necessário para evitar que você escolha um software inadequado e que não atenda as legislações vigentes.

 

Segurança para sistema de frente de caixa

Procure saber se os dados são armazenados com segurança. O ideal é que as informações sejam criptografadas, o que dificulta que elas sejam lidas por quem não for autorizado.

Como normalmente o sistema de frente de caixa armazena informações importantes, como dados de clientes e fornecedores, por exemplo, esses recursos ajudam a proteger os dados que estão salvos no programa.

O sistema para gestão é sempre a melhor alternativa para gerenciar o seu negócio, mas é preciso estar atento a algumas questões para que a escolha seja confiável. Ao optar por um sistema de frente de caixa, o administrador deve estar atento não somente às funcionalidades, mas também a questões relacionadas ao atendimento da legislação aos recursos de segurança da informação.

O que achou das nossas dicas? Quais são as suas preocupações ao escolher um sistema de frente de caixa para o seu estabelecimento? Compartilhe suas opiniões através dos comentários!

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Gestão de Lojas

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para gestão de lojas