Qual o melhor meio de pagamento para minha loja?

Entender qual é a forma de pagamento mais usual para seus clientes e qual modalidade faz mais sentido para a sua loja é um passo que deve ser analisado com cuidado. Para te ajudar separamos os principais meios de pagamento e suas diferenças.

Do escambo ao PIX, tivemos vários meios de pagamentos ao longo da nossa história como sociedade. Atualmente uma das principais dúvidas que podem surgir ao abrir uma loja é saber qual meio de pagamento mais se encaixa para uma loja e qual a melhor forma de realizar a cobrança dos clientes.

Por isso, nesse post, vamos explicar e contar as vantagens e desvantagens dos principais meios de pagamentos do mercado. Vamos lá:

Dinheiro em espécie

Ainda, nos dias de hoje, é um dos meios de pagamento mais populares do mercado, não existe juros ou taxas bancárias para movimentação e o dinheiro entra diretamente no caixa da empresa. Como principal desvantagem desse meio de pagamento estão as falsificações, que mesmo com sistema de segurança nas células, ainda existem diversas notas falsas circulando. 

Além disso, outro ponto é a necessidade de “carregar” o dinheiro por onde for, por exemplo, ir ao banco com uma alta quantidade de dinheiro em espécie. Pode ser algo que, dependendo da região, não traz tanta segurança, tanto para o consumidor, quanto para o lojista.

Apesar disso, devido ao não-pagamento de taxas e outras tarifas, muitos lojistas utilizam o dinheiro em espécie como oportunidade de aplicar descontos especiais para clientes, se aproveitando desse benefício, como o famoso “desconto à vista, no dinheiro” que ajuda a impulsionar as vendas que não sejam à prazo.

Cartão de débito ou crédito

cartão de crédito - meio de pagamentoO cartão de débito e o cartão de crédito, é o meio de pagamento mais utilizado entre o público mais jovem — entre 18 a 35 anos. Devido a praticidade e diversas vantagens como: programa de pontos, cashback, entre outros. Esse método de pagamento acaba sendo extremamente popular pois os clientes podem “postergar” o pagamento para o próximo mês. 

Porém, para o lojista a situação é um pouco diferente, com a disputa de taxas existentes no mercado atualmente. Como o cartão de crédito é uma modalidade muito procurada e eficiente, fica como missão para o lojista em negociar as melhores taxa e tarifas para recebimento com a modalidade.

Além disso, ao contrário do dinheiro em espécie, cartões de crédito de um modo geral, são um meio de pagamento seguro. Uma vez a transação aprovada pela maquininha de cartão, o lojista receberá por essa transação, seja no próximo dia útil ou dependendo o parcelamento, no próximo mês.

Cheque

Menos popular do que já foi há um tempo. O cheque é um dinheiro que pode ser escrito e você pode debitar em sua conta, conforme negociado o prazo com seu cliente. Esse meio de pagamento vem sendo cada dia menos utilizado por clientes finais.

Não há taxas ou tarifas para utilização desse recebimento. Porém, é um meio de pagamento não tão seguro quanto o cartão de crédito, pois se o cheque não tiver saldo. Você ficará certamente no prejuízo e terá dor de cabeça para cobrar novamente seu cliente, principalmente se o cheque pertencer a um terceiro.

Como comentamos anteriormente, esse meio de pagamento tem sido cada dia menos utilizado, justamente pela insegurança, por isso muitos lojistas já não estão mais aceitando meio de pagamento, a não ser que for um cliente de longa data ou de extrema confiança.

TED ou DOC

Sendo uma transferência digital. A principal vantagem de utilizar o TED ou DOC, é que o meio de pagamento cai diretamente em sua conta. Porém, no caso de uma venda ser venda com esse meio de pagamento. Você deve finalizá-la apenas após o envio do comprovante de pagamento por parte do seu cliente ou após o valor depositado cair em sua conta.

Devido a taxas e tarifas, com a maioria dos bancos, acaba sendo um meio de pagamento não tão vantajoso principalmente para o cliente. Levando em conta que é necessário pagar uma tarifa para realização de um TED ou DOC, muito provavelmente, ele optará por outro meio de pagamento.

Apesar disso, TED ou DOC são um meio de pagamento seguro. A única fraude que pode ocorrer é o cliente enviar um comprovante de depósito incorreto ou o lojista informar o número da conta para depósito incorretamente ao cliente.

 

Banner - PIX

 

Boleto bancário

O boleto bancário, está com os dias contados, principalmente com a criação do PIX e a evolução do mercado de cartões, dando várias opções aos clientes de pagamento via aplicativo.

Mas enquanto essa realidade não chega, o boleto é ainda muito utilizado. Apesar de ser um meio de pagamento que demora até 3 dias úteis para ser compensado, num fluxo normal de pagamento do boleto. Se for realizado o pagamento até às 22 horas, o boleto será apresentado no arquivo de retorno no próximo dia útil. Agora se o cliente pagar após às 22 horas, o boleto somente será compensado após 2 dias úteis.

Apesar da lentidão de processamento, o boleto é um meio de pagamento muito seguro e bastante utilizado principalmente nas transações entre lojistas e fornecedores, e também em compras online.

Crediário

O crediário é um excelente meio de pagamento para loja física, se o principal objetivo da sua loja é ter mais clientes fiéis. Ele é muito utilizado em cidades menores ou estabelecimentos de bairros, sendo muitas vezes uma simples ficha, que retrata as despesas de seu cliente com a loja. Nele são lançados os recebimento e fica 100% a critério do lojista negociar prazos, pagamentos e taxas por esse serviço, com o cliente.

Para utilizar esse meio de pagamento, é muito importante que você tenha uma pessoa responsável por realizar as cobranças: ligar, cobrar, lembrar e entre outras tarefas financeiras. É um dos segredos para não ter uma alta inadimplência com essa modalidade.

Outro fator importante é ter um limite de crédito, para caso o cliente tenha uma despesa atrasada, não seja permitido que seja novas compras sejam feitas no nome desse cliente, evitando que a conta aumente e o lojista fique sem pagamento.

O crediário é um meio de pagamento arriscado para quem não tem uma gestão financeira efetiva na empresa. Apesar disso é extremamente positivo para gerar um vínculo com da loja com o cliente. Fazendo com que ele sempre retorne em sua loja para pagar a conta do crediário e assim acabar aproveitando aquela promoção que está acontecendo.

Conclusão

Dessa forma podemos entender que não existe um meio de pagamento melhor, mas sim a que mais se encaixa para o seu modelo de negócio. É indispensável você ofereça mais de uma opção a seus clientes.

Mas também deve ficar de olho em meios de pagamento que você tem menos risco de inadimplência. Como por exemplo, o Dinheiro, TED, Cartão de Crédito ou Débito para vendas cobradas na hora e também, o TED, DOC ou Boleto bancário para vendas que serão efetuadas somente quando o pagamento for confirmado.

Existem outros meios de pagamentos como o TEF (maquininha de cartão integrado ao PDV), PIX  que é novo meio de pagamento brasileiro. Além de QR Code, vale alimentação, vale refeição, cartão fidelidade, entre outros. Comece aplicando os principais e depois entenda a demanda dos clientes e qual modalidade faz mais sentido para a sua loja.

Quer saber mais sobre gestão de lojas?

Preencha seu e-mail e receba conteúdos exclusivo sobre gestão de lojas: