Quer vender automação comercial para varejo? Confira 4 dicas para começar no setor!

Com o avanço tecnológico dos últimos anos, vender automação comercial para o varejo pode ser uma grande oportunidade para quem deseja empreender hoje

vender automação comercial para varejo

Com o avanço tecnológico dos últimos anos, vender automação comercial para o varejo pode ser uma grande oportunidade para quem deseja empreender hoje, mas para ter sucesso nessa área é preciso estar atento a algumas questões.

Neste artigo apresentamos os motivos pelos quais as empresas do varejo precisam da automação comercial, bem como algumas dicas para vender esse tipo de tecnologia para as organizações do setor. Confira!

 

Importância da automação comercial para o varejo

Para ter argumentos na hora da venda, você deve saber qual é a importância da automação comercial para o varejo. Por meio da adoção de softwares, as lojas podem otimizar processos e a gestão do negócio, o que permite ganhar vantagem competitiva diante dos concorrentes.

Os benefícios da automação são vários: redução de custos, erros e fraudes, aumento da produtividade e melhoria na qualidade do atendimento são apenas alguns deles. Diversos setores podem ser automatizados, mas compras, estoque e vendas são as operações que mais podem se beneficiar da tecnologia.

 

Dicas para vender automação comercial

Agora que você conhece os benefícios que a automação comercial pode gerar para o varejo, saiba que existem alguns argumentos que podem ser utilizados na hora de vender softwares para empresas do ramo. Para que você possa ter mais chances de sucesso, listamos a seguir algumas dicas que vão tornar a venda mais fácil.

 

1. Conheça bem a ferramenta

É praticamente impossível vender algo que você não conhece. Saber para que serve o software e quais são suas funcionalidades é o básico para ter um diálogo com mais chances de convencer potenciais compradores.

Por isso, você deve ir além e estudar a fundo todos os aspectos do que vende e como o produto pode ser utilizado. Manuais e fichas técnicas são excelentes para isso. Quanto mais informações você tiver, mais facilmente poderá contornar as objeções dos compradores.

 

2. Entenda o negócio do cliente

Além de entender bem o que vende, é importante conhecer quem compra. Você deve estudar o negócio do seu consumidor, saber quais são os objetivos dele, seus principais problemas, entre outros.

Ao atender um nicho específico, como no caso do varejo, esse trabalho pode ser mais fácil, afinal, haverá características semelhantes em empresas diferentes. Quando estiver fazendo esse estudo, lembre-se de sempre questionar como o seu produto pode ajudar o cliente.

 

3. Ofereça benefícios no lugar de funcionalidades

Nos encontros com o possível comprador, é importante que você mantenha o foco nos benefícios que o seu produto pode gerar para a empresa. Essa abordagem é mais eficiente do que apenas apresentar as funcionalidades, principalmente quando o cliente pode não conhecê-las.

Para adotar essa postura, as etapas de estudo do produto e do setor de atuação dos clientes é fundamental. Por meio delas você poderá ter as informações necessárias para usar nesse momento.

 

4. Utilize cases e depoimentos

É normal que os clientes apresentem objeções àquilo que não conhecem. Então, de que forma você poderá confirmar que sua ferramenta cumpre tudo o que promete? Casos reais de empresas semelhantes à dele são uma boa opção.

Você pode usar estudos de casos e até mesmo depoimentos de outros clientes que utilizam o seu software e comprovam que alcançaram os benefícios prometidos. Além de casos reais ajudarem na visualização do uso do programa, saber que os concorrentes já estão aproveitando as vantagens que o potencial cliente não possui é um forte incentivo à compra.

Neste post você viu como a automação comercial pode gerar muitos benefícios para diferentes setores do varejo. Conferiu também algumas dicas que podem facilitar a venda desse tipo de tecnologia para as empresas. Seguindo essas orientações, sua empresa terá mais chances de fechar negócios e crescer.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Tem mais dicas para quem deseja vender automação para o varejo? Compartilhe sua opinião conosco nos comentários!

 

Seja um revendedor Hiper

Com o Hiper você entrega o que o lojista precisa para ser mais eficiente. Solicite o contato de um dos nossos consultores!