Saiba como fazer o cadastro de clientes corretamente

Se você tem o desejo de crescer e ampliar fortemente o seu negócio por todos os cantos, o cadastro de clientes é um fator simples de organização que colaborará com o seu propósito, independentemente do segmento no qual você atua.

Tratar os dados acerca dos consumidores dá base para a tomada de decisão, além de garantir a formação de estratégias para fornecer uma experiência ágil, personalizada e excelente para os clientes, fidelizando-os e aumentando as vendas.

Pensando em garantir a eficiência desse processo, agregando valor à organização, trouxemos 3 passos essenciais para aplicar a partir de hoje e alcançar um diferencial competitivo. Quer saber quais são? Continue lendo este conteúdo!

Centralize os dados dos departamentos da empresa

É muito comum que no varejo se use planilha para organizar os dados sobre os clientes. Entretanto, ter materiais de consulta que podem divergir de acordo com o departamento, desfavorecendo a comunicação, é um fator que faz a sua empresa perder tempo.

A primeira ação é: recolha todas as planilhas, anotações etc., dos departamentos e integre todos os dados. Assim, os colaboradores vão acessar um registro uniforme, que todos podem visualizar e lidar com os mesmos campos, preenchimentos e atualizações.

 

 

Transforme os dados em informações eficientes

Os dados do cadastro de clientes por si só não agregam nenhum valor ao negócio. A tratativa desses dados é que faz a diferença. Quando você segmenta usando algum critério específico (pessoas físicas e jurídicas, por exemplo) e analisa, obtém informações valiosas para trabalhar a captação e relacionamento com os clientes.

Com os campos padronizados e unificados, você pode gerar a visualização da forma mais proveitosa. Se você pretende organizar uma ação para a Black Friday, por exemplo, o cadastro de clientes pode indicar qual é a região na qual vale mais a pena investir na divulgação ou qual produto saiu mais nas datas anteriores.

Busque recursos para a tomada de decisão

O agrupamento e análise das informações colabora para bater o martelo sobre qualquer ideia que você queira colocar em prática. Sempre faça uma pesquisa acerca da viabilidade daquela iniciativa. Toda ação tem um público-alvo, e ao ter informações estratégicas sobre esses consumidores, se tem proximidade para contemplá-los na decisão.

O seu sistema de organização de dados e informações permite que você procure respostas para possíveis ações nele? Se a resposta foi negativa, e o cadastro de clientes não conversa com as outras áreas da empresa, servindo apenas para consultas avulsas, repense seu método. A dica a seguir é sobre isso!

Agregue valor na escolha da ferramenta gerencial

Para obter essa tratativa de dados e ganhar expertise nas informações gerenciais, evite o uso de ferramentas ultrapassadas. O ideal é que você conte com um software que tenha abrangência para sanar todas as necessidades do seu empreendimento.

Se a sua loja é varejista, por exemplo, é muito importante focar em assuntos como a gestão de estoque, a agilidade na operação do caixa, o bom atendimento ao cliente por parte dos vendedores, a organização das notas fiscais, entre outros.

Sendo assim, elenque os aspectos fundamentais e busque por uma solução que atenda não apenas a otimização do cadastro de clientes, mas também consiga abraçar todos esses módulos a fim de agregar produtividade ao trabalho da empresa como um todo.

Não perca tempo: coloque essas ações em prática e dê mais um passo no aprimoramento da sua gestão. Para ficar sempre inteirado sobre as melhores iniciativas administrativas, assine a nossa newsletter e tenha acesso aos conteúdos em primeira mão!

Head da Central de Leads