Prós e contras de abrir loja em shopping

Os prós e contras de abrir loja em shopping

No mundo moderno, os shopping centers só tem crescido em quantidade e tamanho. Mas afinal, quais são os prós e contras de abrir loja em shopping? Para o público, as vantagens são muitas: estacionamento, segurança e alimentação no mesmo lugar, banheiros, fraldários e por aí vai.

Mas e para os lojistas? Será que é melhor investir em colocar seu comércio dentro de um empreendimento maior ou estar em um ponto sozinho? A dúvida é vivida por muitos empresários e a escolha é de cada um, mas para ajudá-los a tomar essa decisão delicada, decidimos reunir os prós e contras deste tipo de loja. Confira a seguir.

 

A parte boa

Há vários pontos positivos para lojistas que podem arcar com um ponto em shopping, mas vamos ressaltar aqui os dois principais.

Segurança: um drama recorrente entre os comerciantes que decidem ter loja na rua é o risco de assaltos a que ficam expostos todos os dias. Muitas lojas inclusive fecham devido à falta de segurança. Nesse ponto os shoppings ganham, já que o próprio empreendimento é responsável pela contratação e por manter uma equipe de seguranças condizente com o tamanho do prédio e a circulação diária de clientes. Mesmo assim, não há como ficar livre de incidentes, embora geralmente os shopping tenham circuitos de segurança que também ajudam a coibir e elucidar problemas.

Grande circulação de pessoas: os shopping centers costumam servir de ponto de encontro entre amigos, além de oferecerem uma série de serviços, de entretenimento à alimentação, que atraem um grande e variado público todos os dias. Ao possuir uma loja dentro de shopping, fica fácil se beneficiar deste movimento. Mas é importante ficar atento e verificar se o púbico combina com os produtos que você pretende vender.

 

 

Os pontos de atenção

O que se destaca aqui é o preço, já que não é barato ter uma loja em shopping. Os custos são definitivamente maiores do que os de um ponto de rua.

A luva: termo bastante conhecido por lojistas de shopping e pessoas que estão procurando um local para instalar sua loja. A luva é uma taxa paga uma única vez ao proprietário do ponto onde a loja se instalará no shopping; o problema é que ela costuma ser muito cara, então é preciso avaliar, antes de mais nada, o valor das luvas no shopping em que você deseja instalar sua loja. Dependendo do valor, pode até inviabilizar o negócio.

Custo ocupacional: além da luva, deve ser levado em conta o aluguel (calculado de acordo com as vendas e posição da loja dentro do shopping), o condomínio (para pagar água, luz e serviços gerais) e o fundo de promoção (destinado à ações de marketing do shopping) antes de ter certeza de que investir em uma loja de shopping é um bom negócio para você.

Para decidir, é importante calcular se as receitas irão cobrir custos ocupacionais e também operacionais (funcionários, manutenção de estoque, fundo de caixa).

 

Solicite uma demonstração

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite uma demonstração grátis.

Sistema para gestão de lojas