4 motivos de fracasso na implantação de software para lojas

Implantação de software

À medida que cresce a demanda pela automatização dos processos em redes varejistas e até em lojas de pequeno porte, cresce também os desafios das empresas que desenvolvem softwares e também para os revendedores e profissionais durante o processo de implantação de software.

Se o varejo está aberto à tecnologia, quais são as dificuldades que a indústria de TI enfrenta? Inúmeras, mas algumas delas podem estar sendo provocadas pela própria indústria, gerando insatisfação e surpresas desagradáveis que causam desgastes e encarecem o processo.

O que pode ser melhorado para o sucesso da implantação de softwares em lojas

 

1 – O mapeamento das necessidades do cliente é deficiente

O início de uma implantação requer um diagnóstico detalhado, que faça um raio X do que precisa ser feito primeiro, quais as funcionalidades que são vitais e onde elas influenciam no dia a dia da empresa.

Por exemplo: se o lojista tem um grande volume de vendas na frente de caixa, começar implantando o módulo de PDV pode causar problemas no faturamento dele. Qual é a área mais necessitada de automatização e como a implantação do novo sistema pode ser feita para que os usuários sejam impactados minimamente e absorvam as novas funcionalidades com rapidez? Talvez esta seja uma das primeiras perguntas.

Iniciar a implantação sem verificar as necessidades pode causar problemas em todo o projeto, trazendo insatisfação e onerando o investimento de horas e equipe. Por isso, um bom conselho é estabelecer com a equipe de TI do cliente uma parceria de confiança desde o começo.

Tenha em mente: as necessidades da empresa precisam estar em pauta para iniciar a estratégia de implantação.

10 motivos para usar o Hiper na sua empresa

2 – Não há um cronograma

Outro ponto que merece atenção é o cronograma da implantação. O cliente precisa saber qual o número de horas de trabalho para cada módulo a ser instalado, bem como os profissionais que irão atuar no projeto para, minimamente, poder preparar sua equipe interna e ajustar o processo à sua operação.

Por outro lado, a equipe que irá implantar os sistemas também precisa deste cronograma pré-estabelecido para trabalhar com metas a cumprir, ajustando a intensidade do trabalho à qualidade exigida.

3 – As prioridades da implantação e as expectativas do cliente não estão alinhadas

Não considerar as expectativas do cliente na hora de elencar as prioridades e planejar a forma com que o trabalho será feito também pode influenciar no resultado final, além de causar desgastes entre todos os envolvidos.

Implantação, testes, treinamento de usuários… Tudo precisa estar claro para o cliente, inclusive as possibilidades de atrasos e incompatibilidades eventualmente surjam. O que não pode é o cliente ter uma surpresa por dia.

4 – Falta de conhecimento sobre o produto

Um problema que não deveria ocorrer – mas ocorre – é a equipe de implantação não ter total domínio do software que está sendo implantado. Os profissionais devem ter pleno domínio técnico, sim, mas entender também do negócio do cliente para que possam extrair da ferramenta o melhor que ela possa oferecer.

 

Teste o Hiper grátis!

Conheça um sistema para gestão e vendas que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Experimente grátis