Cartazes promocionais – Como usá-los corretamente na loja

A utilização de cartazes promocionais no interior de uma loja é uma ferramenta de comunicação que permite alcançar o consumidor de forma muito eficaz. Quando empregados da forma correta, eles têm o poder de estimular as compras e despertar o interesse de seus clientes para a aquisição de diversos produtos.

Entretanto, mesmo com essas vantagens, poucos são os estabelecimentos comerciais que utilizam os cartazes promocionais adequadamente. Mas, certamente você não quer fazer parte desse grupo, não é mesmo?

Por isso, elaboramos esse artigo com as melhores dicas para fazer cartazes promocionais verdadeiramente eficientes e que cumpram com o seu papel de melhorar as vendas. Ficou interessado? Então leia este post até final.

 

1. Saiba o que deverá conter em cada cartaz

Como dito, não adianta querer colocar muita informação em um cartaz. O excesso faz com que o cliente perca o interesse e não leia. A informação deverá estar disposta de maneira a despertar a atenção do consumidor e, para isso, é preciso ter em mente qual é o objetivo de cada cartaz.

Alguns são apenas para informar o preço de um produto, portanto, são mais simples e a informação relativa deve estar bem destacada. Existem ainda cartazes que se dispõem a estimular as vendas. Nesses casos, é importante que tenham um pouco mais de informação. Poderão ser usadas palavras que mostrem os benefícios do produto para que o cliente se sinta motivado a comprar.

 

2. Posicione seus cartazes promocionais nos lugares corretos

A dica principal aqui é colocar poucos cartazes no interior da loja. O cliente não pode ser sobrecarregado, nem pela quantidade de informação nos cartazes, nem pelo excesso de cartazes, pois isso pode fazer com que o interesse em lê-los seja perdido.

Procure colocar os cartazes de preços próximo aos produtos para que o cliente vincule cada um ao seu respectivo artigo. Um cartaz cujo objetivo seja informar uma promoção pode ser colocado na entrada da loja, ou em locais em que haja maior fluxo de pessoas.

Outra dica é posicionar cartazes promocionais próximos aos caixas, pois ajudam a fazer com que o cliente volte para comprar aquele item anunciado, por exemplo. Além disso, ao distribuir os cartazes com informações do caixa, serviço de atendimento ao cliente, provadores, sanitários, etc., lembre-se de colocar setas indicando a direção a seguir para que o cliente seja melhor orientado.

 

 

3. Entenda que tamanho nem sempre é o mais importante

Você já ouviu aquela expressão que diz que “menos é mais”? Pois bem, quando se trata de cartazes promocionais, a lógica é justamente essa. O cartaz, de certa forma, é uma estratégia de marketing e, como tal, deve atingir o público-alvo da maneira correta. Não adianta elaborar grandes textos, recheados de informação, pois isso só gerará desinteresse no cliente.

Muitos lojistas acreditam que quanto maior o cartaz mais efetivo ele será, o que é um grande engano, pois em muitos casos ele só servirá para poluir o interior do estabelecimento.

O ideal é que o tamanho dos cartazes seja compatível com o tipo de informação que será veiculada. De nada adianta um grande cartaz se existem algumas poucas palavras escritas e uma grande borda sem uso em volta. Desde que o cartão tenha um tamanho razoável que o torne legível, certamente cumprirá seu papel se estiver bem posicionado.

 

4. Utilize a linguagem adequada

Cada loja atende a um público específico ou a vários tipos de clientes, segmentados por idade, classe social, sexo, etc. Considere essas informações ao elaborar seus cartazes. Dependendo do seu público alvo, faça uso de expressões que farão seus clientes se sentirem mais familiarizados com a linguagem e, consequentemente mais à vontade, transformando esse sentimento em consumo e fidelização.

Para se ter uma ideia do poder que essa estratégia tem, o Google a utiliza em todos os seus anúncios veiculados pelos mais diferentes sites mundo afora. A segmentação do conteúdo, como é conhecida, torna os anúncios mais atrativos e persuasivos, gerando mais resultados para a campanha.

 

5. Use as cores conforme o seu objetivo

A mesma recomendação dada no item anterior aplica-se ao uso das cores em seus cartazes. Deve-se fazer uso das cores mais ou menos chamativas, de acordo com as características do público que se deseja atingir. Em uma loja de departamentos, por exemplo, os cartazes poderão variar de acordo com a seção, pois cada uma atende a um público específico.

 

 

6. Preocupe-se com a qualidade de seus cartazes

Os seus clientes poderão formar a opinião sobre sua loja e seus produtos de acordo com a percepção que tiverem dos cartazes dispostos em seu estabelecimento.

Por isso, tenha o cuidado de confeccionar cartazes de qualidade. De preferência, que sejam confeccionados em gráfica. Os que forem feitos na própria loja devem ter um padrão definido, usando sempre o mesmo tipo de letra, cores vivas e um papel de qualidade. Saiba que os clientes reparam esses detalhes.

 

7. Coloque informações adicionais

Alguns serviços adicionais podem ser colocados nos cartazes promocionais de sua loja. Uma pessoa que compra uma calça pode querer fazer a barra na hora, apenas para citar um exemplo. Essas informações mostram que a loja se preocupa e preza pela satisfação de seus clientes.

 

8. Renove seus cartazes periodicamente

Não deixe de renovar os cartazes de sua loja pelo menos a cada 15 dias. Poucas coisas causam uma impressão pior no comércio do que cartazes amarelados, rasgados ou sujos. Eles mostram um descaso total da administração da loja e essa é a impressão que seus clientes levarão consigo.

Também é importante lembrar que os cartazes acabam fazendo parte da identidade visual da loja e, por isso, deve-se ter sempre o cuidado de mantê-los em bom estado.

Além disso, outra boa dica é sempre elaborar cartazes que sejam contextualizados com o momento atual. Por exemplo, você pode — e deve — explorar as datas sazonais, como dia das mães, pais, namorados, entre outras, criando campanhas e cartazes relacionados a elas.

 

9. Avalie seus concorrentes e compare seus cartazes com os deles

Analisar como anda a atuação dos concorrentes é uma prática comum no mercado, disso todo empresário sabe. Então, por que não usar essa estratégia na hora de criar os seus cartazes promocionais?

A dica aqui não é copiar os seus concorrentes, mas ter uma noção de qual é a aposta deles quando o assunto é promoção. Analise como os cartazes são compostos, tamanho das fontes e o destaque dado para cada informação.

 

10. Escolha uma boa imagem

As imagens não são itens obrigatórios em cartazes promocionais, mas, quando bem empregadas, podem dar um destaque a mais e torná-los ainda mais efetivos. Então, se decidir utilizar imagens em seus cartazes, saiba que a escolha delas deve ser altamente estratégica. As figuras devem não só ilustrar a sua proposta, mas traduzir de forma instantânea aos olhos do consumidor quais as vantagens que ele pode obter com aquele anúncio.

O primeiro ponto é ter o cuidado de colocar imagens em boa resolução, pois isso facilita que o cliente visualize e entenda a imagem, mesmo que não esteja tão próximo.

Outro quesito importante é a forma como as cores são dispostas. Sabemos que cada cor gera um efeito diferente na nossa mente — umas chamam mais atenção do que outras, assim como passam mais seriedade ou animação. Tente alinhar esses fatores com a sua campanha e também com a sua marca.

Você pode considerar utilizar ferramentas para ganhar mais agilidade e manter um padrão mais profissional nos cartazes da sua loja. Uma boa opção de ferramenta é a ByPrice, que oferece um sistema digital para criação de layouts e impressão de cartazes promocionais personalizados para pontos de vendas.

Gostou das nossas dicas? Quer saber como aumentar o volume de negociações da sua empresa? Então baixe gratuitamente o nosso e-book “Como impulsionar as vendas da sua loja” e aprenda mais sobre o assunto!

 

Quer saber mais sobre vendas?

Preencha seu e-mail e receba conteúdos exclusivos para vender mais na sua loja: