Qual a maneira ideal de se fazer o controle de vendas e comissões?

Registrar cada venda feita, separar a comissão dos vendedores e apontar a entrada de dinheiro e saída do produto pode ser algo cansativo. Entretanto, o controle de vendas e comissões é essencial para manter uma empresa no mercado. Deixar de fazer essas tarefas podem levar a loja a um descontrole financeiro, brigas com os funcionários por erros na comissão e, até mesmo, a falência.

Afinal, gerir um empreendimento é, em grande parte, cuidar do dinheiro que circula nele. Imagine como seria ter que comprar novos produtos para abastecer o estoque sem saber quanto foi vendido no mês anterior, quanto foi repassado aos funcionários como comissão e quanto precisa, ainda, ser pago aos fornecedores. Impossível, não é?

Por esse motivo nós vamos te dar algumas dicas para que você possa fazer o controle de vendas e de comissões de uma maneira muito mais simples, eficiente e segura!

 

A organização deve estar sempre presente

A base da boa gestão de qualquer empreendimento, independentemente do tamanho, é a organização. Isso também se aplica à sua loja, logo, é necessário ter o registro de tudo que é feito — vendas, pagamentos, devoluções, valores de comissão, etc. Pode parecer um pouco trabalhoso fazer isso, mas é bem mais fácil do que correr atrás de documentos quanto for necessário.

Por isso, registre separadamente o número de vendas de cada vendedor, organize a comissão individualmente e deixe registrada toda entrada e saída de dinheiro que aconteça em sua loja.

 

As planilhas são um caminho saudável para fazer o controle de vendas

As boas e velhas planilhas são uma opção excelente para manter o controle de vendas organizado. Apesar de não serem os instrumentos mais modernos do mercado, nem os mais práticos para essa função, as planilhas podem servir muito bem ao lojista que ainda não tem verba para investir em um software especializado.

 

Infográfico: Como precificar um produto?

 

É preciso definir um modelo de comissões

Para evitar erros na hora de pagar os funcionários, é interessante definir um modelo único de comissões. Isso não significa que todos os funcionários receberão o mesmo valor, mas sim que estarão submetidos às mesmas regras de cálculo.

Existem comissões proporcionais às vendas, salários fixos + bônus, sistemas mistos, etc. O importante é escolher uma regra que se aplique a todas as pessoas e seja boa para sua loja. Algumas empresas, por exemplo, dão aos funcionários uma porcentagem variável de comissão que depende do número de itens vendidos no mês. Que tal essa ideia para aumentar o esforço de venda do pessoal?

 

O software especializado é a melhor opção para o controle de vendas

Independentemente de como adaptamos ferramentas para fazer várias funções — como é o caso das planilhas —, uma solução criada sob medida sempre será a melhor opção. Softwares de gestão cobrem todas as funções que listamos aqui e ainda acabam obrigando o lojista a se organizar para lançar os dados, o que evita muitos problemas no futuro.

sistema Hiper, por exemplo, consegue integrar as finanças de sua loja com as vendas, o estoque, as questões fiscais e a emissão de relatórios. Assim, para conseguir alguma informação, prever demandas ou relacionar dados, basta que seja feito o pedido no software.

É claro que ao aderir a um software especializado, você também vai dispor de parte do seu dinheiro para investir na solução. Mas considerando as vantagens que esse tipo de ferramenta traz para a empresa, incluindo o controle de vendas e comissões, a adesão é bem vantajosa para o lojista.

Se você gostou da ideia de ter um software especializado, experimente o Hiper grátis.

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Gestão de Lojas

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para gestão de lojas