5 passos para abrir um mercadinho de sucesso

Pensando em abrir um mercadinho e não sabe por onde começar? Confira agora os 5 passos para iniciar o seu negócio e obter sucesso!

Com vastas opções de produtos, os minimercados, ou mais comumente conhecidos como mercadinhos, são uma ótima opção de negócio para abrir com um capital baixo e visando alta rentabilidade. Se você está pensando em investir neste tipo de negócio, saiba que os mercadinhos subiram na preferência do consumidor nos últimos anos. Mas entenda que será preciso tomar alguns cuidados para que o seu sonho não se torne um pesadelo. Por isso, listamos 5 passos para iniciar o seu negócio. Vamos conferir?

1. Utilize de um bom planejamento como chave para abrir seu mercadinho

Muitas vezes, quando estamos empolgados com um projeto, nossa maior vontade é começar não importa o jeito, simplesmente pelo fato de estar fazendo algo pelo negócio. Se você já passou por isso, provavelmente pensou: “Vou começar com o que tenho e vou resolvendo os problemas que surgirem pelo caminho, o importante é não ficar parado perdendo o tempo que eu poderia estar lucrando, com planejamento.” Este pensamento pode parecer coerente, mas vou lhe explicar a seguir o porquê infelizmente será falho.

Quando você inicia um negócio sem planejamento, é como se você se jogasse ao mar de repente, sem nenhum tipo de preparo. 

De imediato você poderá ter a impressão de que tem tudo sob controle, afinal, você já nadou outras vezes. E até pode ser que dê certo por um tempo. Mas, com o passar do tempo, começarão a aparecer obstáculos inesperados, tais como cansaço, sede, câimbra… Problemas que poderiam ter sido evitados com um pouco mais de preparo antes de sair pulando na água. Um pouco mais de planejamento, tal como: hidratar-se melhor, fazer alongamentos, ter uma boa noite de sono na noite anterior, etc.

Não é à toa que o principal motivo pelo qual as empresas fracassam nos 5 primeiros anos de vida, segundo uma pesquisa feita pelo SEBRAE, é a falta de planejamento prévio. 

Mas então, já que o planejamento é essencial, como iniciar? 

Todas as respostas se encontram na construção de um bom plano de negócios. Nele, você reunirá dados sobre seu cliente, seus concorrentes e sua futura empresa, além de mapear quais serão as estratégias de marketing para a divulgação de promoções e retenção de clientes. Aqui você poderá incluir, ainda, dados sobre a inauguração do seu mercadinho

Planejar-se vai muito além de colocar os planos no papel. É preciso organização, disciplina e uma ampla visão do que se espera para o futuro. Por isso, mãos à obra! Quanto antes você começar, melhor. 

2. Escolha o local ideal 

Se você está pensando em abrir um mercadinho, provavelmente já deve ter algum local em vista. Mesmo assim, é importante que você reflita bastante sobre esta escolha. Observe as lojas e o movimento de pessoas ao redor. Sua loja seria bem recebida neste local? Com quantos concorrentes você estaria disputando sua clientela? E o que você poderia oferecer de diferente para se destacar?

É importante observar, ainda, a parte interna do local escolhido. No caso de um espaço alugado, avalie a estrutura, a fachada e o tamanho do imóvel. A porta de entrada precisa ser ampla e de fácil acesso para todos. O local está em boas condições ou precisa de algum tipo de reforma? Qual seria o tamanho do investimento? Caso o local que você tenha em mente seja a garagem da sua própria casa, se atente para as entradas e saídas separadas entre consumidores e moradores. O seu negócio precisa estar em um local apartado do restante da casa.

3. Monte um estoque inicial enxuto

Se engana quem pensa que é preciso um estoque completo para abrir um mercadinho. O ideal é começar pequeno, não só pelo dinheiro que poderá ficar parado, mas também pelo espaço físico de estoque necessário. Comece pelos itens básicos, aqueles de primeira necessidade e que seu cliente não pode ficar sem. Para ajudar, separamos abaixo uma lista abaixo com algumas ideias de produtos para iniciar o seu estoque.

Alguns itens básicos para iniciar o seu mercadinho:

  • Alimentação básica: arroz, feijão, óleo, sal, açúcar, café, ovos, farinha, macarrão, massa de tomate;
  • Padaria: pão francês, pão de forma;
  • Temperos em pó: pimentas em geral, cominho, açafrão, alho, cebola, curry;
  • Frios: mortadela, presunto, queijo, salame, patês;
  • Congelados: pizza, cortes de frango, peixe e carnes em geral;
  • Higiene pessoal: sabonete, creme dental, escova de dentes, shampoo, condicionador;
  • Limpeza geral: sabão em pó, detergente, esponja, água sanitária, desinfetante, amaciante.

E, claro, é sempre bom pensar em alguns itens diferenciais, como artigos para presentes rápidos, produtos orgânicos e caseiros. Lembre-se de que a pesquisa feita para o seu plano de negócios é o que vai guiar as suas escolhas nessa fase inicial. Você, mais do que ninguém, deve saber o que o seu cliente procura.

Hiper e Mercadapp - Estoque para Mercados

4. Selecione bons parceiros de negócios

Aqui entramos em um ponto fundamental para iniciar o seu pequeno negócio: a escolha dos fornecedores. Seus fornecedores devem ser verdadeiros parceiros do seu negócio, por isso, é importante selecioná-los de forma muito criteriosa. 

Pontos que você deve avaliar na escolha de fornecedores:

  1. Comunicação – O princípio básico de tudo. A comunicação com seus parceiros deve ser direta, rápida e eficiente. Se já nos primeiros contatos você perceber que a comunicação não é fluida ou que é difícil de contatá-los de alguma forma, sugiro que siga procurando.
  2. Referências – Este ponto é interessante, principalmente se você tiver contatos que já estão no mercado. Boas referências podem poupar muito do seu tempo, já que você se baseia na experiência de quem já contrata fornecedores. Se puder recolher estas referências, será de muita valia.
  3. Qualidade dos produtos – Um ponto fundamental e que, muitas vezes, não é fácil de mensurar. Por isso, faça bastantes testes, peça amostras, experimente e avalie com calma. A qualidade dos produtos pode corromper todo o seu negócio, então, faça esta análise com bastante atenção.
  4. Alinhamento de objetivos – Por fim, entenda se os objetivos dos seus futuros parceiros se encaixam com os seus próprios objetivos. Afinal, você quer que essa relação seja sólida e duradoura.

E, claro, lembre-se de sempre ter mais de um fornecedor. Nunca se sabe quando um deles terá algum imprevisto, então, é bom prevenir.

5. Invista em tecnologia: tenha um sistema de gestão

Agora que você já planejou, definiu o local, organizou seu estoque inicial e já tem consigo os melhores fornecedores, chegou a hora de colocar a mão na massa e abrir o seu tão sonhado mercadinho! Mas, você pode estar se perguntando: como eu gerencio tudo isso? 

E você sabe que o seu negócio merece mais do que um caderninho ou uma simples planilha no excel, não é mesmo?

E aí que entra o sistema de gestão!

Com um sistema de gestão você organiza e controla todo o seu estoque, faz a gestão financeira e tem uma visão clara de faturamento, com relatórios, orçamentos, emissão de cupom fiscal e, claro, um sistema de PDV que facilitará muito a sua vida na frente de caixa. 

Nós recomendamos o Hiper, nosso sistema de gestão para mercados. Ele possui todos os itens que citei acima e muito mais. Quer fazer a venda de produtos fracionados, como frios e pães? O Hiper possui integração total com a balança, trazendo ainda mais comodidade e tecnologia para o seu negócio.

 

Se você chegou até aqui, saiba que está muito mais perto do seu objetivo de abrir um mercadinho. Agora é só colocar nossas dicas em prática e mãos à obra!

Desejamos muito sucesso nessa jornada de empreendedorismo. Conte com o Hiper para simplificar a sua gestão e fazer o seu negócio mais feliz. 

Experimente grátis!

Conheça um sistema para gestão e vendas que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Ops! A Hiper não atende o segmento selecionado. Mas não se preocupe, o grupo Linx tem soluções para seu segmento de negócio.Clique aqui e confira!
Carta