Saiba 5 erros comuns no controle de estoque

Quem empreende e já tem o próprio negócio sabe: o controle de estoque é essencial para o sucesso de uma empresa! Seja para evitar desperdícios provocados pelo excesso de compras ou para não perder vendas em razão da falta de produtos, ter consciência do que entra e sai do seu empreendimento é fundamental!

Para ajudá-lo nessa difícil missão, listamos para você os 5 erros mais comuns no controle de estoque. Confira!

 

1. Não fazer inventário do estoque periodicamente

Um dos erros mais comuns (e fatais) no controle de estoque é a não realização periódica de um inventário, ou seja, um relatório com os detalhes dos itens que são adquiridos e vendidos pelo estabelecimento comercial.

Sem esse documento, é simplesmente impossível saber informações cruciais para o seu negócio, como os produtos que vendem mais e os itens que precisam ficar armazenados por mais tempo para terem saída.

 

2. Não usar um software apropriado

É óbvio que é possível registrar todas as entradas e saídas à mão, mas você já parou para pensar quanto tempo levaria? Pois é. É justamente por isso que, a menos que você venda peças super exclusivas, não fazer uso de um bom software de controle de estoque é um grande erro.

Além de emitir relatórios mais elaborados, esse tipo de programa pode ajudar você a economizar muito tempo.

 

Solicite uma demonstração

Conheça um sistema para gestão e vendas que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite uma demonstração grátis.

Experimente grátis

 

3. Comprar mais ou menos itens do que o necessário

Comprar mais mercadorias do que o necessário implica em despesa: mesmo quando os produtos não sofrem depreciação com o passar do tempo, sempre existem custos inerentes à estocagem. Adquirir produtos aquém do necessário também não é uma boa ideia, já que desaponta o cliente e abre espaço para a concorrência.

Por isso, é essencial ter controle sobre as suas vendas e adquirir o seu estoque de forma consciente, evitando excessos ou sobras.

 

4. Misturar o estoque de vendas com o estoque para uso

Um erro comumente negligenciado por muitos empreendedores é misturar o estoque dos produtos destinados à venda com os produtos destinados ao uso. Pense no caso de uma padaria, por exemplo. No seu depósito, é possível que haja tanto ovos para serem vendidos quanto ovos para serem utilizados nas receitas de pães.

Ter o controle sobre os diferentes estoques é essencial para ter uma verdadeira noção das vendas e de como otimizar a armazenagem.

 

5. Não integrar os setores de vendas e de compras

De nada adianta ter controle do que está sendo comprado se o controle do que está sendo vendido acontecer apenas de forma tardia. Para que o controle de estoque realmente funcione e não haja nenhum produto em falta, é imprescindível que os setores de vendas e de compras estejam alinhados e caminhem de mãos dadas. À medida que os produtos forem sendo vendidos, o responsável pelas compras deverá ser informado.

Note que esse erro reforça ainda mais a importância de se utilizar um bom software para controle de estoque, já que é praticamente impossível fazer a atualização instantânea das vendas e das compras.

 

Quer saber mais sobre estoque?

Preencha seu e-mail e receba conteúdos exclusivos sobre estoque: