Saiba como calcular o giro de estoque de sua loja

Diante de um mercado altamente competitivo, as empresas precisam se adequar para dar conta de todas as exigências, desde as operacionais até as direcionadas aos clientes.

Sabendo-se que a qualidade, tanto dos produtos quanto dos serviços, é constantemente avaliada pelos consumidores, os gestores precisam saber na ponta do lápis como calcular giro de estoque, com o objetivo de reduzir custos, aumentando a produtividade e ainda otimizando o tempo.

Por isso, a busca por novos conhecimentos e práticas é fundamental para manter o negócio na vanguarda. Assim, o controle de estoque é o alicerce que assegura a eficiência dos processos, permitindo que se alcance bons resultados nas áreas de logística, compras e vendas. Porém, alguns profissionais tomam atitudes equivocadas que colocam suas gestões em risco.

Nesse sentido, é necessário saber como calcular o giro de estoque e como esses números podem ajudar a otimizar a gestão. Para você não errar em sua empresa, continue lendo este post e fique por dentro das principais vantagens dessa atitude. Confira!

 

Aprenda o conceito de giro de estoque

O giro de estoque pode ser definido como a quantidade de vezes que um produto precisa de reposição em um determinado período — normalmente dentro de um mês —, ou ainda o tempo médio que esse item fica armazenado até que novas quantidades precisem ser adquiridas.

Dessa maneira, a medida é uma forma do gestor sempre acompanhar a saúde financeira da empresa, observando produtos que necessitam de novas compras e outros que exigem uma certa cautela nas aquisições.

Com isso, é possível ganhar mais competitividade, oferecendo preços atrativos aos consumidores tão quanto evitando as temidas perdas, principalmente se o seu negócio trabalhar com mercadorias perecíveis.

 

Veja como calcular o giro de estoque

Para saber como calcular o giro de estoque, é preciso fazer um registro de todas as entradas e saídas de material, acompanhando o tempo de permanência de cada item no estoque. A partir daí, pode-se fazer a conta com base na quantidade de vezes que a reposição é feita.

Além de acompanhar o tempo médio de permanência, o giro também pode ser calculado a partir da quantidade de vezes em que a reposição do item é feita em determinado período.

Como exemplo, podemos citar a seguinte situação: se você vende 100 itens de determinado produto em um mês e sobram 10 no estoque, basta fazer a divisão dos que foram vendidos pela quantidade restante — ou seja, 100/10 = 10. Quer dizer que o estoque girou 10 vezes.

Ou ainda, se você deseja saber o tempo médio, basta dividir a quantidade de dias do período que deseja investigar pela quantidade de giros nesse tempo. Se for um mês, a conta pode ser feita da seguinte forma:

30 (quantidade de dias) / 10 (total de giros, usado no exemplo anterior) = 3.

Essas duas formas mostram que o seu estoque foi renovado 10 vezes no mês, a cada 3 dias, em média.

 

Descubra a importância de saber como calcular giro de estoque

Além de ficar por dentro das informações a respeito da renovação do estoque e também referentes à velocidade de venda dos produtos, o cálculo do giro de estoque é importante por diversos motivos, como veremos agora.

Garante mais eficácia no investimento do capital de giro

Como você já deve imaginar, esse cálculo permite visualizar quais itens são mais vendidos e quais ficam parados. Assim, você saberá com maior precisão o que deve ser comprado com mais frequência e o que tem que ser evitado.

Dessa forma, seu capital de giro, usado para realizar as aquisições, é melhor aproveitado, evitando desperdícios. Consequentemente, o dinheiro vai trabalhar a seu favor, fazendo com que a sua empresa atenda às exigências do mercado consumidor.

Melhora as decisões de compra

Como já dissemos, esse controle informa quais itens têm mais saída e quais precisam ser evitados. Isso é de extrema relevância para que o setor de compras saiba melhor quais produtos precisam ser adquiridos, melhorando a eficiência, ou seja, a rentabilidade flui de uma maneira sadia.

Ao atender às preferências dos consumidores, certamente o seu negócio terá mais chances de fidelizar os clientes, tendo em vista que sempre contará com as mercadorias almejadas, ponto crucial na satisfação.

Eleva o índice de atendimento dos pedidos

Depois que você começa a estruturar o estoque de acordo com a frequência de saída dos itens, aumenta a disponibilidade dos produtos mais procurados, fazendo com que toda a demanda — ou, pelo menos, a maior parte dela — possa ser atendida com as mercadorias que estão acessíveis.

Reduz custos

A partir do momento em que há redução do desperdício dos itens que não são vendidos — o que pode causar perdas e obsolescências —, aproveita-se melhor a utilização do capital de giro e evita-se o excesso de mercadorias, tornando os custos gerados pelo setor consideravelmente menores.

Sabendo como calcular giro de estoque, a sua empresa dificilmente terá que amargurar uma longa demora para vender determinados produtos, aspecto que influencia negativamente no orçamento. Além disso, o giro de estoque mantém o seu negócio sempre atualizado em relação às exigências dos consumidores, principalmente para vender mais em momentos propícios.

Melhora a rotatividade dos produtos

Ao saber como calcular giro de estoque adequadamente, a sua empresa vai acompanhar as tendências do mercado, aproveitando os insights de cada época do ano. Afinal, existem momentos de sazonalidades e de grandes vendas ao longo do ano, aspectos que exigem uma rotatividade das mercadorias de acordo com as preferências do seu público.

Com um bom software de controle de estoque e cálculos apurados no giro, a rotatividade vai ser constante, evitando que mercadorias obsoletas acumulem poeira.

Viabiliza um menor espaço de armazenamento

Gestores que sabem como calcular giro de estoque auxiliam a empresa a evitar a disponibilidade de grandes locais para armazenamento dos produtos. Isso porque a rotatividade vai evitar o risco de perdas, tendo a quantidade correta para cada momento, ou seja, não haverá a necessidade de grandes espaços para alocar os produtos, reduzindo vários custos, como os referentes ao aluguel de salas ou galpões.

Agora que você já ficou por dentro de algumas vantagens para realizar um giro de estoque em sua empresa, vamos mostrar agora como dar um upgrade no setor. Acompanhe!

 

 

Veja como otimizar o giro de estoque de sua loja

Após descobrir o que é esse conceito, como calculá-lo e seus benefícios, chegou o momento de aprender a melhorar essas atividades em sua empresa. Afinal, o giro de estoque é uma atitude que faz parte da rotina das empresas comprometidas com uma gestão profissional e que apresente resultados positivos. Confira!

Faça o diagnóstico

O mercado consumidor é volátil e pode surpreender um profissional despreparado. Um produto que hoje é bem-visto e consumido por todos, em um curto intervalo de tempo pode se tornar obsoleto e indesejado.

Desse modo, antes de tomar qualquer atitude, você deve analisar as tendências do mercado e identificar os produtos que têm mais potencial em sua empresa. Assim, as mercadorias que têm um índice de saída elevado não podem faltar em seu estoque.

Isso porque o tempo de permanência de itens parados pode travar a rotatividade de seu estoque e atrapalhar sua lucratividade. Porém, não se esqueça de que uma mudança no mercado pode alterar essa situação e você deve estar preparado para isso. Como? É o que veremos na sequência por meio do tópico que vai abordar a importância dos treinamentos.

Invista em treinamento

A atuação de seus funcionários e vendedores também influencia em seu desempenho empresarial. Quando eles não utilizam técnicas de abordagem e manuseio de ferramentas adequadas, o sucesso de sua gestão é ameaçado.

A fim de evitar esse problema, você precisa investir em treinamentos. Eles devem ser focados nas características de seus produtos e no aumento da confiança de seus consumidores. Além de contribuir com a redução nas falhas humanas, os treinamentos despertam o interesse pelo crescimento profissional, trazendo mais motivação e empenho, ou seja, os colaboradores acabam vestindo com mais determinação a camisa do time.

Tomando essa atitude, você prepara sua equipe de trabalho com eficiência e permite que seu catálogo de itens seja abordado integralmente, sem que nenhuma qualidade seja deixada de lado. Todo cuidado é pouco para fidelizar clientes e ganhar notoriedade em seu ramo de serviço.

Utilize um software de gestão

O uso de tecnologias revolucionou todos os setores de nossa economia, e não poderia ser diferente com o varejo. As relações com seus clientes e fornecedores são mais intensas e podem ser realizadas a qualquer hora e lugar.

Além de agilizar os processos, os softwares garantem segurança operacional, evitando falhas que possam trazer consequências negativas, como furtos de dados ou de senhas. Dessa maneira, o atendimento ganha qualidade e melhora até mesmo o relacionamento com os fornecedores, tudo graças à organização interna e operacional.

Ao utilizá-las, você tem mais autonomia e eficiência para tomar decisões e abrir as portas de sua loja. Desse modo, é fundamental contar com um software de gestão de estoque adequado às suas necessidades e que possa acompanhar a movimentação de mercadorias.

Então, escolha uma ferramenta que permita a melhoria do gerenciamento de estoque, das contas a pagar e de suas responsabilidades. Assim, você tem os seguintes benefícios:

  • emissão facilitada de documentos fiscais;
  • conferência e gerência de estoque aprimoradas;
  • ordenação dos processos produtivos;
  • definição de uma tabela de preços eficiente e alinhada às exigências dos consumidores;
  • controle de tudo o que acontece em sua loja.

O dia a dia de um empresário do varejo exige muito esforço e sabedoria. Lidar com diferentes clientes e fornecedores não é uma tarefa fácil e você precisa estar preparado para superar obstáculos e propor soluções que inovem seu modelo de negócio.

Saber como calcular giro de estoque e o que fazer com essa informação é crucial para otimizar a disponibilidade de produtos, tomar decisões mais acertadas e aprimorar o atendimento ao cliente. Com isso, é possível perceber melhorias nos resultados da empresa como um todo e atingir seus objetivos com mais facilidade. Afinal, a sua empresa estará ganhando competitividade, aspecto importantíssimo para desbancar a concorrência.

Se você ficou interessado, veja agora 5 benefícios que um software de gestão de estoque vai destinar em seu negócio!

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Controle de Estoque

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para Controle de Estoque