Qual o nível de estoque ideal para a sua loja?

Nível de estoque ideal

O estoque, sem dúvidas, demanda um investimento considerável por parte da loja, pois além de fazer parte de sua estrutura de capital de giro, é um item fundamental para fidelização de clientes. Por este motivo, gerenciar de forma eficiente o estoque e mantê-lo organizado é uma atividade essencial para lojas que desejam se manter competitivas no mercado.

Contudo, como saber o nível de estoque ideal para a sua loja? É o que trataremos na sequência deste post. Acompanhe!

Conceito de estoque

Primeiramente, antes de determinarmos o nível ideal de estoque para sua loja, devemos entender o seu conceito.

Segundo Slack (1997) estoque pode ser descrito como “a acumulação de recursos materiais em um sistema de transformação”. Em outras palavras, é tudo aquilo que precisa ser armazenado.

 

Download Gratuito: Planilha para controle de estoque

 

Qual o nível de estoque ideal?

Tendo isto em mente, é preciso saber que estoque em excesso não é bom para os negócios, porque significa que aquele produto não está tendo liquidez e você está perdendo dinheiro. Ao mesmo tempo, falta de estoque também é um problema, pois faz com que você perca vendas e, consequentemente, dinheiro.

Então, como resolver este problema? É necessário calcular um estoque que seja coerente com o seu volume de vendas e com a disponibilidade do seu caixa. Por este motivo, é fundamental possuir as informações mais exatas possíveis sobre estoque, vendas e caixa. E é exatamente neste ponto que entra a gestão de estoques.

Metodologia para gestão de estoque

Uma das melhores metodologias para realizar a gestão de estoque é através da classificação ABC. Através dela, é possível saber a demanda por cada item do estoque e a periodicidade com que cada item sai de estoque, por exemplo.

Com estas informações, é possível estipular quatro pontos que, de acordo com o SEBRAE, são essenciais para o cálculo do estoque ideal:

  • Demanda: é necessário prever a demanda e através da classificação ABC é possível fazer esta previsão, tanto mensal quanto sazonal.
  • Quantidade de estoque: através da classificação ABC, é possível saber a porcentagem de cada item, ou seja, o seu nível de importância. Sendo assim, você consegue prever a quantidade necessária de cada item no estoque.
  • Modelo de reposição: conhecendo os movimentos do seu estoque, você consegue escolher qual o modelo de reposição que melhor se encaixa com a sua loja, se é o contínuo ou recíproco. O contínuo implica em repor o estoque no momento em que este atinge o seu ponto de reposição. O recíproco, por sua vez, é quando a reposição dos produtos é agendada.
  • Fornecedor: por último, é necessário escolher o fornecedor não apenas pelo preço, mas também pela qualidade do produto, prazos de entrega, etc.

Como você pode perceber, há várias maneiras de descobrir qual é o estoque ideal para a sua loja. É possível fazer cálculos com formas, trabalhar com previsões ou com a classificação ABC. Contudo, o mais importante é ter em mente que a gestão de estoque trata do equilíbrio entre a demanda e a disponibilidade de caixa.

Sendo assim, o segredo para ter um nível de estoque ideal é saber segmentar os seus produtos e entender seus movimentos de estoque e caixa.

Gostou do texto? Deixe a sua opinião nos comentários!

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Controle de Estoque

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para Controle de Estoque