Conheça o marketing de recomendação e saiba como aplicar no negócio

marketing-de-recomendação

O seu negócio é bem organizado, tem bons produtos, atende bem, os serviços são estruturados, mas a administração nem sempre consegue fazer a publicidade atingir o número de pessoas de interesse desejado? O marketing de recomendação pode auxiliar você!

Não sabe como acontece esse tipo de divulgação? Continue lendo e fique por dentro do assunto, além de conferir ações essenciais para obter o sucesso na prática.

 

Como funciona o marketing de recomendação?

O marketing de recomendação é aquele conhecido como “boca a boca”. Não é apenas sobre ter o seu negócio divulgado por meio de comentários, mas também focar na forma como os clientes percebem a sua marca, para influenciarem de fato a compra de outras pessoas.

Embora muitos pensem que não há como a empresa interagir nesse tipo de ação, a verdade é que a organização pode sim agir estrategicamente a fim de conquistar mais vendas e consumidores fiéis aos seus serviços e produtos. Veja a seguir 4 dicas para estruturar esse processo!

 

Contagie os clientes com a história da marca

As pessoas tendem a compartilhar aquilo com o que se identificam. Qual é a razão de ser por trás do seu comércio? Lembre-se de que um produto ou serviço é apenas o resultado de todo um trabalho desempenhado, que tem visão, missão e valores e um propósito claro.

Na medida em que os clientes experimentam a sensação de fazer parte do cumprimento de um propósito, a relação com a marca se intensifica. Nesse momento, a empresa não tem apenas clientes, mas reais seguidores.

 

 

Nunca deslize na garantia da qualidade

Embora pareça óbvio, é comum que as empresas faltem em algum ponto com o consumidor. A consistência é o que faz a “fama” do negócio se espalhar, pois sempre que a pessoa procurou por ele, recebeu um atendimento com padrão de excelência.

Não deixe de espalhar essa cultura por todos os setores da empresa. A equipe de vendas precisa caprichar, mas o momento de suporte, trocas e devoluções ou atendimento às reclamações também. Faça jus ao nome que você quer ter no mercado.

 

Encante o consumidor por meio do fator surpresa

Se sempre que um cliente vai à sua loja, busca por itens para crianças, por exemplo, quão encantador seria ele chegar e o vendedor o atender chamando-o pelo nome e perguntando se ele já viu a nova coleção para crianças da idade do ente querido dele?

Esse é um exemplo de atendimento, mas descontos também podem ser trabalhados, entre tantos outros elementos.

O cadastro e gestão de clientes é muito importante por isso: à medida que as informações sobre os consumidores são lançadas, é possível fazer um balanço das ações — a fim de atender a expectativa da maioria deles, analisando as demandas comuns —, além de tornar o atendimento personalizado.

 

Mantenha a empresa acessível virtualmente

Com o avanço da tecnologia, as pessoas querem cada vez mais ter acesso instantâneo ao que está sendo apresentado para elas.

Então, dê esse suporte ao seu cliente fiel quando ele for recomendar o seu negócio: o de ter as informações à mão. O fato de a pessoa mostrar o que está dizendo agrega valor ao processo.

A presença nas redes sociais é imprescindível. A pesquisa de mercado sobre o público-alvo vai indicar quais são as melhores para a sua marca em específico.

Mantenha as informações de contato sempre atualizadas e não deixe de passar a mesma mensagem da empresa em todos os ambientes, usando a identidade visual, o tom de fala etc.

 

Não tenha receio em incentivar essa parceria

O marketing de recomendação deve ser explorado, pois é uma forma de aumentar as vendas e com ações bem estruturadas, aumenta a autoridade da empresa e a posiciona de maneira mais competitiva no mercado.

Como você pôde ver ao longo deste post o marketing de recomendação não demanda preocupação com custos e é uma forma de aproximar o cliente do negócio. Só vantagens, né?

Falando em presença nas redes sociais, aproveite para demonstrar que você se mantém atualizado: dê um like na nossa página do Facebook e acesse os conteúdos em primeira mão!

 

10 motivos para usar o Hiper na sua empresa