Entenda a importância da variedade do mix de produtos para sua loja

Engana-se quem pensa que a importância da variedade do mix de produtos resume-se a prateleiras cheias e a uma loja bem apresentada. Muitas vezes, a variedade de produtos que uma empresa dispõe influencia diretamente em aspectos relacionados à logística, à gestão do estoque, ao marketing e, é claro, às vendas.

É justamente por isso que oferecer o que o cliente procura é um dos grandes desafios de qualquer lojista. Além de favorecer o relacionamento, uma boa diversificação no mix de produtos também ajuda a empresa a faturar mais e impede que, frustrado por não ter as suas necessidades devidamente atendidas, o potencial consumidor precise recorrer à concorrência.

Duvida? Então, entenda a seguir a importância da variedade do mix de produtos e descubra como colocá-la em prática para atender às necessidades dos seus clientes e vender mais!

 

Afinal, qual a importância da variedade do mix de produtos da sua loja?

Pare um pouco e reflita: o que acontece quando você entra em um estabelecimento comercial e não encontra o produto que deseja comprar? Se você é como a maioria das pessoas, é bem provável que, ao se deparar com uma situação dessas, a sua reação seja agradecer ao vendedor e partir para a próxima loja, certo?

Em geral, isso é o que acontece quando um consumidor em potencial não encontra na sua loja o item que tanto procura. Por mais que a sua equipe de vendas se esforce, dificilmente um cliente que precisa de um casaco ficará com frio até que você se organize e reabasteça o estoque, não é mesmo?

Também é importante ter em mente que, muitas vezes, ter apenas uma só opção disponível não basta. Um cliente que vai até determinada loja em busca de uma camisa, por exemplo, deseja encontrar diferentes opções de tamanho, de cores, de tecidos, de estampas e de estilos.

Na hora de aumentar a variedade do mix de produtos, é necessário levar em consideração três aspectos:

  1. Profundidade: refere-se à quantidade de opções que são oferecidas para um só produto. É o que ocorre quando um modelo de camisa é disponibilizado em várias cores e tamanhos.
  2. Extensão: refere-se ao total de itens disponíveis. Uma loja de conveniência, por exemplo, precisa de uma variedade de produtos extensa, ainda que não tão profundo.
  3. Abrangência: diz respeito à quantidade de linhas de produtos.

Lembre-se: quanto mais limitado for o seu mix de produtos, menor será o seu alcance. Isso porque não existe nada que seja uma unanimidade entre as pessoas, tampouco um determinado produto. Mesmo dentro de um nicho, os gostos e necessidades variam.

Com produtos adequados, por outro lado, você conseguirá atingir mais pessoas e fará os seus clientes comprarem mais. Com isso, conseguirá o aumento do ticket médio e o alcance das metas financeiras de maneira geral.

 

Como melhorar o mix de produtos da sua loja?

Embora ter uma boa oferta de produtos seja importante, é ainda mais importante que isso seja feito da maneira correta — afinal, oferecer produtos demais e que não sejam adequados pode gerar o efeito reverso.

Agora que você já compreendeu a importância da variedade do mix de produtos, conheça 5 dicas para colocar o seu conhecimento em prática.

 

1. Conheça as necessidades dos consumidores

Não adianta diversificar o mix de produtos se isso significar encher a sua loja de produtos que o seu público não procura. Em vez de estimular as vendas e o relacionamento, isso só fará com que os clientes sintam que o seu negócio não serve para eles.

Por isso, entenda muito bem quais são as necessidades dos seus consumidores. O que eles desejam? Por que eles precisam de determinado item? Como um produto pode melhorar a vida deles? Quais as opções que desejam encontrar?

A partir da resposta para essas questões, provavelmente ficará mais fácil compreender o que deve ser oferecido e apostar nas escolhas certas.

 

 

2. Trabalhe com fornecedores confiáveis

Quem nunca precisou ir a mais de um mercado para conseguir concluir toda a lista de compras? Muitas vezes, essa situação se deve única e exclusivamente à falta de uma boa gestão de fornecedores.

Quando se trata de um mix de produtos, consistência é lei! De nada adianta ter uma boa variedade, mas enfrentar problemas periódicos no reabastecimento do estoque e deixar prateleiras ou vitrines vazias.

Para que isso não ocorra e tudo saia como o esperado, é fundamental prezar não só pela quantidade de fornecedores disponíveis, mas também pela qualidade. Apenas fornecedores confiáveis podem garantir a boa qualidade dos produtos e evitar problemas com o estoque.

 

3. Evite exageros

Embora a importância da variedade do mix de produtos seja inegável, exagerar na quantidade é um grande erro. Isso porque os excessos poder aumentar os seus gastos com estoque e manutenção e fazer com que a sua loja perca dinheiro.

Para que isso não aconteça, tome cuidado com o dimensionamento. Em vez de triplicar a quantidade de produtos ofertados de uma só vez, faça grupos de adições menores e, depois disso, meça e acompanhe os resultados. À medida que o público for respondendo às mudanças, você pode aumentar a sua oferta ou, até mesmo, renovar o seu estoque.

 

4. Avalie os resultados

Essa dica está diretamente ligada ao tópico anterior. Para evitar exageros e realmente diversificar os produtos da sua loja de maneira inteligente, é fundamental que você possua pleno domínio sobre os resultados obtidos a partir das mudanças implementadas.

Para que isso aconteça, controle a quantidade e os tipos de itens de vendidos e compare periodicamente os resultados, associando-os a cada uma das mudanças realizadas. Para facilitar o seu trabalho, aplique as alterações por etapas. Assim você poderá identificar com mais clareza ou que funcionou e o que deu errado.

Com organização para extrair dados e estratégia para analisá-los, você poderá compreender quais os segmentos são mais rentáveis e devem, por isso, ser priorizados.

 

5. Saiba como compensar as perdas

Infelizmente, nem os profissionais mais competentes estão imunes aos erros. Caso se depare com um número frustrante ao analisar os resultados, não se desespere! Tenha em mente que essa situação é normal e pode ser recuperada.

Para isso, analise seus produtos e identifique quais segmentos são os mais e os menos lucrativos. Em seguida, utilize o marketing para compensar as perdas e otimizar os ganhos.

Por que não oferecer condições promocionais para determinado produto que não obteve o retorno financeiro esperado? Medidas como essa podem ajudar a sua loja a vender mais e a amadurecer cada vez mais a variedade de produtos adequado à realidade na qual está inserida.

 

TESTE GRÁTIS: Sistema para Gestão de Lojas

Conheça o Hiper, um sistema para gestão, vendas e controle de estoque que facilitará o dia a dia do seu negócio. Preencha os seus dados no formulário abaixo e solicite um teste grátis.

Sistema para gestão de lojas